Home
 
     
  Cirurgia Cross Linking  
     
 

O Ceratocone é uma doença ocular que afeta o formato e a espessura da cornea tornando-a cônica. A evolução do ceratocone é geralmente progressiva com o aumento do astigmatismo, mas em geral estaciona próximo aos 40 anos. A velocidade de progressão é variável. Na sua fase inicial, o ceratocone apresenta-se como um astigmatismo irregular, levando o paciente a trocar o grau do astigmatismo com frequência. O diagnóstico definitivo desta patologia é feito com base nas características clínicas e com exames objetivos como a topográfica corneana e a paquimetria ultrassônica.

Quadro clínico:

O principal sintoma é a visão borrada e distorcida tanto para longe quanto para perto. Alguns podem relatar diplopia (visão dupla), halos em torno das luzes, fotofobia (sensibilidade excessiva à luz) e coceira.

Tratamento
:
O tratamento do ceratocone visa sempre proporcionar melhor visão ao paciente com conforto, preservando a saúde da córnea. As alternativas de tratamento variam de acordo com a severidade do ceratocone e são: óculos, lentes de contato e cirurgias.

• Óculos: É a primeira opção utilizada em casos iniciais da doença, quando o astigmatismo irregular ainda é baixo e é possível obter boa acuidade visual.

• Lentes de Contato: A lente de contato rígida é a próxima alternative. Quando bem adaptada permite boa acuidade visual e manutenção da saúde corneana.

• Crosslinking: Consiste na ligação de colágeno de córnea com a riboflavina. É feita a remoção do epitélio (camada mais externa do tecido corneano) para expor a superfície para aplicação de uma solução de riboflavina (vitamina B2). Com isso determina-se a criação de mais ligações covalentes no estroma, o que aumenta a resistência mecânica da córnea. Consequentemente, há menor chance de progressão do ceratocone.

• Transplante de Córnea: Nos casos de ceratocone avançado nos quais não há melhora visual com óculos ou lente de contato ou há presença de opacidades corneanas que impedem a boa visão, o transplante de córnea se torna necessário.

• Implante de Anel Corneano: Uma alternativa cirúrgica para o transplante de córnea é o implante do anel corneano (anel intra-estromal). Uma pequena incisão é feita na periferia da córnea e dois arcos de polimetil metacrilato são introduzidos entre as camadas do estroma. O anel permite diminuição da forma cônica da cornea, retornando à forma mais próxima do normal. O procedimento é realizado com anestesia local e é reversível, uma vez que não remove tecido ocular.


 
 
     
  Clínica Oftalmológica Sakata - Telefone: (41) 3232-8885 / (41) 3222-9933 / Fax: (41) 3232-8885 - Endereço: Rua Barão do Rio Branco, 63. 11° andar, Conjunto 1106.  
  Página inicial  |  Quem somos  |  Especialidades  |  Cirurgias  |  Lentes de contato  |  Exames  |  Localização  |  Contato